FNCC é parceira no Fórum Integrativo da Confebras

Foto Matéria - CONFEBRAS_FNCC-17 2

Encontro possibilitou troca de experiências do setor cooperativista financeiro

Aconteceu nos dias 21 e 22 de agosto, o Fórum Integrativo da Confebras. O Evento recebeu os participantes no auditório João Rodrigues de Alckmin, sede da Ocesp, em São Paulo. A FNCC esteve presente como parceira e apoiadora ativa durante todo o evento.

Com uma programação dedicada a abordar assuntos pertinentes às cooperativas Independentes e de capital e empréstimo, o Fórum recebeu líderes, dirigentes, cooperados e convidados, para palestras e debates.

Segundo Kedson Pereira Macedo, presidente da Confebras, o objetivo principal do Fórum Integrativo era trabalhar uma nova atitude dos responsáveis pelas cooperativas, em relação a temas importantes do mercado; como inovação, relacionamento com o associado e capacitação dos dirigentes, gerentes e conselheiros.

“O evento é uma oportunidade de debater sobre estratégias para o cooperativismo financeiro no Brasil. Esperamos que a participação das cooperativas de capital e empréstimo cresça cada vez mais”, concluiu Kedson.

 

Abordagens do primeiro dia de evento

No primeiro dia do Fórum, o foco principal foram as cooperativas de capital e empréstimo. As cooperativas reuniram suas lideranças com outros players do sistema nacional de crédito cooperativo, para discutir sobre as expectativas de crescimento inovador, com instituições importantes como o Banco Central, OCB e Ocesp.

Wanderson de Oliveira, presidente da FNCC, compôs a mesa de abertura e fez a apresentação da Entidade. Para ele o debate entre as cooperativas é vital para a manutenção do cooperativismo.

“A realização de um evento como esse é muito importante para o cooperativismo de crédito. Em especial o tema de hoje, onde está sendo discutido o modelo de capital e empréstimo. É fundamental estarmos debatendo questões como inovação, tecnologia, governança e educação cooperativista, pois estamos em um ambiente altamente competitivo. Precisamos nos atentar a esses assuntos para que possamos manter o nosso diferencial no mercado financeiro. Nós, da FNCC, somos entusiastas dessa ação e é com muita satisfação que parabenizamos a Confebras pela organização desse evento inovador, em especial por ser o primeiro voltado às cooperativas de capital e empréstimo, ” elogia Wanderson. 

Após a abertura, ainda no período da manhã, foram ministradas palestras sobre Gestão e Governança Exponencial, com José Davi Furlan, mestre em administração de empresas, seguida de um Painel Institucional, onde Paula de Leitão, chefe adjunta do DENOR, falou sobre o relacionamento com o cliente.

No período da tarde, aconteceu um talk show triplo: “ Das Boas Práticas para a Sustentabilidade dos Negócios”, seguido de um coffee break.

Luiz Antonio Schimidt, da Ocesp, apresentou o programa de indicadores econômico-financeiros do sistema OCB e, em seguida, foi a vez da FNCC, momento em que o presidente Wanderson de Oliveira realizou uma apresentação institucional.

O encerramento do primeiro dia de palestras aconteceu após um debate sobre desafios e oportunidades de Integração, com o convidado Ênio Meinen, diretor de operações do Bancoob.

 

Segundo dia

O segundo dia começou com as boas-vindas de Celso Ramos Regis, vice-Presidente da Confebras, e a primeira palestra do dia esteve a cargo de Marco Túlio Zanini, da FGV, com o tema: Governança e Gestão.

Zanini destacou a nova geração empreendedora, vista como uma oportunidade para as cooperativas, que precisam delas tanto para créditos, quanto administração de recursos.  Durante o discurso, o palestrante foi questionado sobre como manter a confiança do associado que utiliza os serviços de autoatendimento. Marco Tulio esclareceu que bastava passar credibilidade ao usuário.

Na sequência, o evento recebeu Harold Paquete Espínola Filho, chefe do Desuc – Departamento de Supervisão das Cooperativas, do Banco Central, que falou sobre Auditoria Cooperativa e Segmentação.

A última apresentação da manhã ficou por conta do presidente da Confebras, Kedson Pereira Macedo.

 

Segundo período

Na volta da pausa para o almoço, houve a apresentação do painel: “O Futuro Digital”, com o convidado Fernando Aurélio Fagundes da Motta, diretor Executivo da Unicred do Brasil, que falou sobre “A Transformação Digital na Unicred do Brasil”.

Marco Aurélio de Almada Abreu, Presidente da Bancoob, dissertou sobre Inovação e Fábio Gonsalez, sócio Fundador da Clay Innovation/FintechLab, sobre o impacto das Fintec’s. Esta fase do encontro terminou com um debate e teve como mediador Marcelo Martins, Diretor do Siccob Credicitrus.

Mapfre, também apoiadora do evento, mostrou a importância dos seguros nesse segmento e, em seguida, a Cecresp apresentou seus números, representatividade e serviços.

Neste instante, o evento que já se aproximava do fim, apresentou aos participantes “O Cenário do Mercado Econômico e Político no Brasil e no Mundo”, em palestra de Luis Arthur Nogueira, editor de economia da revista IstoÉDinheiro, que engrandeceu o evento com ilustrações sobre alguns fatores macroeconômicos.

Em um panorama geral sobre o Fórum, Ivo Lara Rodrigues, diretor financeiro da FNCC, falou sobre a oportunidade de aproximação e relacionamento. “ O Fórum integrativo foi uma oportunidade para FNCC expor seus serviços e aproximar os iguais. Não me recordo de outro evento com o foco em cooperativas de capital/ empréstimo e independentes. O cooperativismo cresce com estes debates e, para nós da FNCC, é também uma oportunidade de avaliarmos o futuro das federadas, trabalhando a intercooperação e tornando-as mais eficientes, apoiando sua capacitação técnica”, disse Ivo.